Melhores formas de tratar e evitar melasma

Quais são os procedimentos mais adequados no sentido de se prevenir ou usar como tratamento do melasma que mancha a pele?

Se a melasma for causada por doença ou medicamento consulte uma terapia de despigmentação em potencial com seu médico.

Em quase todos os casos de melasma o tratamento profissional acontece da seguinte maneia:

A: Aplicação diária de filtros de proteção solar com altos valores de UVA;

B: Uso de produtos cosméticos ou farmacêuticos com ingredientes ativos que inibem a formação de melanina;

C: Tratamentos a raios laser.

A escolha do melhor protetor solar

Se surgir a pergunta: “O que ajuda contra manchas de pigmento no rosto?”, a referência a um filtro solar também deve vir em primeiro lugar.

A espada mais afiada contra o distúrbio de pigmentação é um bom filtro solar. O bronzeado resultante da produção do pigmento da pele nada mais é do que uma tentativa do organismo de se proteger dos danos causados pelos raios UV.

O que percebemos como pele bronzeada significa na verdade um mecanismo de defesa para nossa pele contra possíveis danos.

Os raios UVA são principais responsáveis pelo desenvolvimento de distúrbios pigmentares. Aliás, esses também são UV que contribuem para a formação de radicais livres, presentes em todas as estações do ano, filtrados pelas nuvens em menor grau que UVB.

Cremes ativos contra melasma

Além da proteção solar, existem alguns cremes no mercado que podem ajudar contra manchas de sol ou da idade.

A tirosinase é a enzima da pele responsável pela formação de melanina. Diversos ingredientes são agora utilizados em produtos cosméticos que inibem a atividade da tirosinase e suprimem a formação do pigmento bronzeador .

Utilização de laser vale a pena para melasma?

Sim. A tecnologia por trás do laser é inovadora. Trabalha com impulsos de energia que afetam a pele apenas um bilionésimo de segundo. Também define padrões em relação à largura do pulso. O resultado é um efeito baseado na fotomecânica.

A Crioterapia

Outra maneira de tratar um melasma é com o frio. Para esse fim, as células pigmentares do melasma são congeladas. Reações cutâneas são semelhantes às de um tratamento a laser.

Tratamento a jato

É como um jato de areia aplicado na pele. As camadas superiores do pigmento são removidas com o objetivo de clarear.

Descamação também vale como alívio dos sintomas

Uma maneira de aliviar o melasma é descascar, por exemplo, com um descascamento de ácido de fruta. A pele fica tratada e a camada superior se dissolve. Várias sessões são necessárias para tratar.

Além de cascas de ácido de frutas outras cascas químicas também são adequadas como tratamento.

Quanto tempo demora o tratamento?

Os produtos cosméticos prometem clarear a descoloração após seis semanas. Mas, em alguns casos, os resultados são visíveis rapidamente, planejados por cerca de três meses, desde que haja uma quantidade suficiente de proteção solar e UVA na rotina diária do paciente.

Como escolher uma lâmpada led que melhora a eficiência energética da sua propriedade?

Veja um guia de compras completo que revela as melhores técnicas para você escolher uma lâmpada de led.

Existem diferentes tipos e padrões de led disponíveis no mercado. Por este motivo é importante seguir 6 dicas para saber analisar e levar uma produção mais adequada para a sua propriedade. Veja as indicações adiante:

1: Verifique o brilho desejado

A primeira coisa que você deve verificar sobre as luzes led precisa ser o brilho. Deve combinar com sua exigência.

Para verificar a iluminação, use a potência e o novo método para comparar que são os lúmens. Se o valor medido for maior em lúmens, o brilho também será mais avançado e vice-versa.

2: Selecione entre luz fria e quente

Ao escolher as luzes led para casa não escolha lâmpadas quentes ou frias, mas selecione o melhor ponto entre elas.

Lâmpadas quentes são usadas para uma pequena área de iluminação, enquanto a luz fria é usada para fins de iluminação de tarefas.

3: Verifique se há base de pinos ou padrão?

Os leds estão disponíveis em diferentes tipos de parafusos padrão ou soquetes de pinos para iluminação de faixas.

4: Diferentes escolhas de lâmpadas de led

Com watts e estilos variados as lâmpadas led tornam sua casa e escritórios luminosos.

Você pode escolher pela faixa de baixa potência, como modelos de 4W a até 16W e a lâmpada led de alta potência para as faixas entre 22W e 50W.

As produções mais potentes geram iluminação de áreas de salas, corredores, candeeiros de leitura e áreas onde as luzes permanecem por um período prolongado.

5: Tubos e led

Para substituir tubos tradicionais os tubos de led são usados em luminárias de lâmpadas fluorescentes e possuem uma base de G5 e G13.

Estas produções estão sendo usadas devido à sua eficiência energética e têm uma vida útil longa em comparação aos tubos fluorescentes.

As lâmpadas led de tubo são de tipos diferentes, baseadas no design retrocompatível, compatível com reator eletrônico, compatível aos tubos fluorescentes estreitos. Elas são usadas para fins gerais de iluminação, detectores de movimento, entre outras tecnologias.

6: Holofotes e tecnologia de primeiro mundo

O refletor led fornece luzes diretas e intensas para várias aplicações ópticas e de imagem. A principal vantagem destes produtos é que eles podem ser ajustados em qualquer direção em que a luz seja mais necessária.

Led iluminando o novo mundo

A redução do consumo de eletricidade gera mais eficiência à sua casa ou escritório, o que, por sua vez, beneficia sua política de economia de dinheiro e o meio ambiente.

Analise suas práticas diárias de iluminação e aproveite a eficiente tecnologia led. Você certamente poderá reduzir custos indesejados de energia e garantir contas mais baixas a cada ano.

Tudo o que você deve saber sobre iluminação de led

Aprenda as principais curiosidades da iluminação de led e saiba a razão de esta ser a grande tendência de luz nos dias atuais.

Se você deseja reduzir as contas de energia rapidamente mude para a iluminação que economiza bastante os gastos energéticos. Economize milhares de reais todos os anos substituindo cinco lâmpadas ou luminárias usadas com mais frequência em casa.

Mas, o fato é que existem algumas pessoas que ainda não estão cientes disso. Para economizar mais escolha produtos de alta qualidade como as lâmpadas de led.

Por que usar lâmpadas de led?

Diodos emissores de luz (leds) são eficientes em termos energéticos. Antes eram usados para eletrônicos, painéis de instrumentos e lanternas, mas agora servem para cordas de luzes de portas e festas de comemorações.

As lâmpadas leds pequenas são agrupadas e os fabricantes estão fornecendo aplicativos expandidos. Lanternas e faróis foram as primeiras lâmpadas agrupadas.

Atualmente, os modelos leds também estão na moda ​​para luminárias domésticas com um conjunto de 200 lâmpadas, às quais são envoltas em lentes difusoras para espalhar a luz em feixes amplos.

A necessidade global da economia de energia

Sendo uma sociedade, não devemos ter pensamentos apenas de economia de energia em nossa casa, mas também nas ruas, o que justifica inclusive à prefeitura investir na iluminação pública com led.

Os leds não possuem filamento e muito menos se danificam ou quebram como os outros padrões de lâmpadas.

Iluminação de áreas remotas e geradores portáteis são menos custosos e mais benéficos com a utilização das lâmpadas de led.

Sem mercúrio na composição

Para iluminar edifícios comerciais o fator mais preocupante é o consumo de energia, com base nos estudos da USP (Universidade de São Paulo).

Você pode reduzir facilmente o impacto ambiental em casa ou no escritório, melhorando ou alterando a eficiência da luz.

Aqui estão algumas maneiras de economizar seu dinheiro em custos de serviços públicos ao comprar iluminação:

  • Substitua as lâmpadas padrão por lâmpadas led mais eficientes
  • Se você está realmente ansioso por uma maior economia use lâmpadas led que duram 25 vezes mais.
  • Pratique hábitos de iluminação com eficiência energética
  • É aconselhável desligar as luzes ao sair da sala ou do prédio. Se a sala for grande, podem ser instaladas luzes menores em vez da iluminação no teto.

Defina os temporizadores para desligar as luzes

Em um prédio de escritórios você pode definir o cronômetro para apagar as luzes 20 ou 40 minutos após o fechamento do escritório. O mesmo pode ser feito em casa, defina um cronômetro quando todos saírem para a escola ou trabalharem pela manhã.

Use sensores de movimento

Isso será bastante útil quando a luz for necessária, mas não continuamente. Por exemplo, em um local entre a escada e o porão, onde a luz será acesa somente quando houver um movimento. Os sensores também podem ser instalados em áreas de trabalho ou fora para utilidade e segurança.

Agora que você já sabe não apenas curiosidades como também formas de economizar energia com lâmpadas de led chega o momento de ir às compras de lâmpadas de led.

Por que vale a pena comprar iluminação de led?

Veja as razões que podem convencer você de que as lâmpadas de led são melhores do que a iluminação existente na sua propriedade.

Uma das maiores vantagens da iluminação led é que ela tem uma vida útil muito mais longa do que as fontes de luz convencionais. Sabe-se que os leds duram além das 50 mil horas em comparação com:

  • 2 mil horas: Lâmpada incandescente;
  • De 8 mil a até 10 mil horas: Lâmpada fluorescente;
  • De 20 mil a até 30 mil horas: Lâmpada fluorescente linear.

Essa incrível vida útil de cinquenta mil horas se equivale a quase 17 anos de vida se usada todos os dias por oito horas diárias. Isso significa que você não precisa se preocupar em trocar suas lâmpadas led com frequência.

Durante um período você acabará comprando menos número de lâmpadas, o que, por sua vez, reduzirá significativamente seu custo total de iluminação.

Energia eficiente

Com uma eficiência notável, as luzes led são certamente a forma de iluminação mais eficiente atualmente em termos de energia disponível no mercado.

Os modelos led operam com eficiência energética de até 90%, e isso significa que cerca de 85% da eletricidade usada é convertida em luz, enquanto os 15% restantes são convertidos em outras formas de energia, como o calor, por exemplo.

Por outro lado, as lâmpadas incandescentes tradicionais operam apenas com cerca de 22% de eficiência, o que significa que a maior parte da eletricidade usada é desperdiçada em outras formas de energia, como o calor.

Em resumo, os leds emitem mais luz por watt na comparação com as lâmpadas incandescentes. Com o aumento acentuado contínuo dos custos de eletricidade nos próximos anos o uso de luzes led pode definitivamente ajudar a reduzir suas contas de iluminação.

Uma solução tecnológica ecologicamente amigável

Outra grande vantagem das luzes led é que elas são absolutamente ecológicas. A maioria das lâmpadas fluorescentes padrão contém vários produtos químicos e materiais perigosos, como mercúrio, que não são seguros para o meio ambiente.

No entanto, as luzes de led estão completamente livres de qualquer forma de material tóxico e a melhor parte é que elas são 100% recicláveis, sem gases tóxicos ou combustíveis para produzir luz.

Além disso, essas luzes ecológicas produzem pelo menos 78% menos emissões de CO2 do que as lâmpadas incandescentes e halógenas padrão. Portanto, mudar para iluminação led é definitivamente um grande passo em direção ao futuro mais verde.

Durabilidade das lâmpadas de led

As luzes led são extremamente duráveis, fabricadas com componentes robustos que podem suportar mesmo as condições mais adversas.

Produtos leds não contêm filamentos quebradiços ou tubos cheios de gás e, portanto, são difíceis de danificar com choque externo, vibração ou desgaste diário.

Além disso, essas luzes duráveis e à prova de choque podem até operar em ambientes de temperaturas extremas.

Baixa dissipação de calor

Lâmpadas funcionam de maneira a produzir muito pouco calor enquanto convertem a eletricidade em luz. De fato, a quantidade de calor produzido é cerca de cinco vezes menor do que na produção das lâmpadas de halogênio.

Isso torna a iluminação led uma escolha perfeita para o uso em sua casa, especialmente nas áreas em que você passa muito tempo, por exemplo, cozinha ou escritório.

Por que vale a pena usar lâmpadas de led na sua casa?

Quais as razões justificam o investimento em lâmpadas de led para você usar nas diferentes partes da sua casa? Utilize no lado interno e externo.

Quando as luzes led são comparadas com luzes fluorescentes há muitos pontos positivos, conforme indica grande parte da leitura especializada referente ao assunto.

As lâmpadas fluorescentes contêm mercúrio. Elas são construídas com materiais de vidro, além de serem super frágeis.

Por outro lado, as lâmpadas de led não contêm mercúrio e são mais eficientes em termos energéticos. Algumas edições são emborrachadas à prova de granizo, rocha e vandalismo – o que explica o porquê de estes produtos serem utilizados de forma massiva em escolas e condomínios que possuem muitas crianças.

As luzes led também duram mais que as lâmpadas fluorescentes ou incandescentes.

Isso significa que a iluminação led pode substituir até três lâmpadas fluorescentes e até vinte e cinco lâmpadas incandescentes, gerando economia de tempo e dinheiro para os consumidores.

Led é mais vantagens para a sua casa

As luzes led são opções de iluminação duráveis ​​e eficientes. Elas não são propensas a danos devido ao pequeno tamanho.

Seu brilho incomparável e sua longa vida útil oferecem uma ótima relação custo / benefício, conveniente para todos os espaços da sua casa.

Você pode usar luzes led em cozinhas, sala de estar, corredores e quartos para o interior da casa, economizando dinheiro em contas de serviços públicos porque usam muito menos energia do que as lâmpadas tradicionais.

Eficiência energética com lâmpadas de led

O uso de luzes led no interior da casa garante baixos custos de energia. Além disso, elas duram muito, oferecendo valor ao dinheiro. As lâmpadas de tamanho pequeno não produzem calor. Portanto, nenhuma energia é desperdiçada dessa maneira.

A luz branca da tecnologia de ponta

As luzes led para o interior da casa fazem um excelente trabalho em imitar a luz natural. Com uma luz de boa qualidade você pode destacar detalhes de diferentes modelos em sua casa.

Certifique-se de comprar leds qualificados para obter melhores resultados. Com a luz incandescente que produz os seus olhos não precisam se ajustar quando você entra na sala iluminada.

Você pode optar por usar as luzes led para o interior da casa como sua principal fonte de luz, pois elas funcionam perfeitamente.

Aproveitando os formatos flexíveis

Ilumine sua casa com luzes led para o interior da casa, aproveitando seus designs flexíveis e a iluminação eficiente.

O tamanho pequeno das luzes led permite que você as coloque em qualquer lugar. Você pode optar por usar em diferentes padrões e modelos para obter diferentes efeitos visuais da luz.

A natureza unidirecional das lâmpadas com tecnologia led garante que os raios emitidos sejam focados, permitindo que você os use para obter resultados diferentes.

Para encerrar com chave de ouro

As luzes led são ecologicamente corretas, pois não há substâncias tóxicas usadas na fabricação.

Essas lâmpadas não prejudicam o meio ambiente e reduzem a pegada de carbono, pois são recicláveis. Elas jamais emitem luz UV e são rentáveis.

A flexibilidade e o tamanho pequeno tornam possível posicionar as lâmpadas de led em qualquer lugar, e você pode focar seus raios em um padrão para fornecer vários efeitos visuais incríveis.

Razões patológicas para sudorese

Você tem suado mais do que o normal e não sabe ao certo qual é a causa? Veja algumas razões patológicas para a existência da sudorese na sua vida.

Além das causas naturais para suar (nervosismo, exercícios físicos, excesso de calor ambiente, entre outras) também existem razões patológicas que podem representar o significado de sudorese no seu corpo.

Saiba mais do assunto ao prosseguir na leitura e veja como a sudorese pode ser um sintoma das mais diferentes patologias:

Desmaio (síncope vasovagal)

Esta é a forma mais comum de perda de consciência em pessoas saudáveis.

A breve perda de consciência é geralmente precedida por fraqueza, tontura, sudorese e palidez, bem como de uma queda repentina da pressão arterial e da pulsação.

Essa impotência pode ser desencadeada, por exemplo, por estresse emocional, medo e dor. Ligue para o médico de emergência se você perder a consciência por mais de um minuto ou desmaiar com mais frequência.

Queda da pressão arterial ao mudar de posição (desregulação ortostática)

Ao levar algo, deitar ou sentar a pressão arterial pode cair repentinamente. Como resultado há um suor repentino e tontura.

Assobios nos ouvidos, palpitações e náuseas bem como uma breve perda de consciência (síncope ortostática ou desmaio) podem ocorrer.

A mesma coisa se aplica aqui como acima: Se você desmaiar por mais de um minuto ou se tiver mais frequência deve alertar ao médico de emergência!

Arritmia cardíaca

Se o coração bate muito rápido, lentamente ou irregularmente, o paciente pode suar ou ficar roxo no rosto, semelhante à desregulação ortostática. Essas arritmias cardíacas devem ser esclarecidas por um médico!

Insuficiência cardíaca

O aumento de transpiração, palpitações e falta de ar, mesmo com pouco esforço, pode ser causado por insuficiência cardíaca.

Anemia

Assim como a insuficiência cardíaca até o menor esforço físico pode provocar aumento da transpiração, palpitações e falta de ar.

Desnutrição (por exemplo, anorexia nervosa): Se o corpo for insuficientemente suprido com nutrientes mesmo um pouco de esforço desencadeia aumento de transpiração, palpitações e falta de ar.

Doenças reumáticas

As doenças reumáticas, como artrite reumatoide e lúpus eritematoso, podem causar sudorese (principalmente suores noturnos), fadiga ou mau desempenho.

Doenças tumorais

Tumores malignos, como leucemia ou câncer de glândula linfática, frequentemente causam sudorese (especialmente sudorese noturna), fadiga e desempenho reduzido.

Sudorese ou transpiração constante, palpitações e dores de cabeça podem ser causados por tumores raros que produzem hormônios.

Transtorno de ansiedade

Ataques de pânico: Sudorese constante associada às palpitações e dores de cabeça podem ser sinais de um distúrbio de ansiedade ou ataques de pânico.

Síndrome de abstinência (como dependência de drogas)

Suores constantes ou convulsivos com palpitações, dores de cabeça, e, muitas vezes, tremores e nervosismo, por exemplo, ocorrem em alcoólatras se eles não recebem a droga (álcool).

Os mesmos sintomas de abstinência também podem ocorrer em outros pacientes com dependência como viciados em outras drogas nas formais de comprimidos (analgésicos, calmantes, entre outros).

Medicações

Alguns medicamentos podem causar transpiração excessiva como efeito colateral. Exemplos: Betabloqueadores (agentes cardiovasculares), antidepressivos, hormônios da tireoide e preparações de cortisona.

Sudorese: Causas e Possíveis Doenças

Quais são as possíveis doenças ou causas que geram sudorese exagerada que exige acompanhamento médico?

Nenhuma causa clara pode ser encontrada para hiperidrose primária. No entanto, altas temperaturas, esforço físico, nervosismo e excitação geralmente provocam aumento da transpiração nas pessoas afetadas.

Por outro lado, as principais causas de hiperidrose secundária são:

Febre

Quando o corpo aumenta a temperatura para 38°C na luta contra patógenos invasores os médicos falam em febre. Enquanto o aumento da temperatura é acompanhado por pele fria e seca e, às vezes, calafrios, pele quente e avermelhada, a sudorese anuncia que a febre está caindo.

Doenças infecciosas

Febre com sudorese é um sintoma comum de doenças infecciosas como gripe, resfriado, frio (sepse) e malária. Infecções crônicas como AIDS e tuberculose são frequentemente acompanhadas de sudorese (principalmente durante o sono), além de fadiga e desempenho reduzido.

Menopausa

As mudanças no equilíbrio hormonal durante a menopausa se manifestam em muitas mulheres nos sintomas como aumento da transpiração e possível transpiração (ondas de calor).

Gravidez e puerpério

As flutuações hormonais na gravidez e no puerpério também podem desencadear aumento da transpiração e possivelmente sudorese.

Genética

Cerca de cinco por cento da população sofre de uma tendência herdada ao suor.

Excesso de peso grave

Juntamente com problemas nas articulações, falta de ar e baixo desempenho, a transpiração excessiva é uma das queixas inespecíficas da obesidade excessiva. A razão para isso é uma regulação térmica perturbada pelo aumento do tecido adiposo.

Glândula tireoide hiperativa (hipertireoidismo)

A transpiração excessiva com uma sensibilidade acentuada ao calor pode indicar tireoide hiperativa. Outros possíveis sinais de hipertireoidismo incluem nervosismo, mãos trêmulas e perda de peso, apesar dos aumentos do apetite.

Baixo nível de açúcar no sangue (hipoglicemia) no diabetes

Suor com inquietação em diabéticos geralmente é um sinal de baixo nível de açúcar no sangue (hipoglicemia). Outros sintomas incluem desejos, palpitações, tremores e possivelmente sonolência até a perda de consciência.

A hipoglicemia em pacientes diabéticos pode resultar da falta de uma refeição, dosagem incorreta de medicamentos anti-hipertensivos, consumo de álcool ou aumento da necessidade de glicose, por exemplo, devido à infecção ou ao esforço físico.

Se a hipoglicemia for acompanhada de problemas de consciência chame o médico de emergência!

Doença de Parkinson

Já no início da doença de Parkinson pode ocorrer tolerância ao calor e sudorese reduzidas. Os pacientes se queixam particularmente de suores noturnos. Nos pacientes de Parkinson, aos quais a mobilidade motora muda de fase, há sudorese profusa.

Choque

As pessoas em choque (como um ataque cardíaco, perda grave de sangue ou alergia grave) começam a suar frio. Você tem pele cinzenta e fria, tremor, inquietação e / ou medo.

Você também pode sentir-se sonolento ou até desmaiar. Se houver sinais de choque ligue para o médico de emergência imediatamente!

Quando o suor acontece por coisas simples como pimenta, dança e exercícios você pode usar antiperspirante para evitar a camiseta enxaguada de suor. Por outro lado, se há problemas físicos ou psicológicos é melhor buscar uma assistência médica especializada.