Ingredientes ativos no combate ao melasma podem ser perigosos?

Ingredientes ativos no combate ao melasma podem ser perigosos

Além da proteção solar existem alguns cremes no mercado que podem ajudar contra manchas de sol ou da idade. Veja abaixo quais são os principais ingredientes ativos destas soluções que focam o combate a melasma na pele.

Hidroquinona

Padrão de ouro para o tratamento de melasma. No entanto, o uso a longo prazo do ingrediente é considerado preocupante conforme alguns especialistas.

Existe também o risco de despigmentação permanente, problemas de pigmentação em tipos de pele mais escura, irritação, entre outros problemas.

O ingrediente ativo ainda pode ser usado em formulações que contêm receita médica, uma vez que os riscos de aplicação estão relacionados, em particular, ao uso a longo prazo de hidroquinona.

Ácido azelaico

A maioria das peles tolera muito bem o ácido azelaico. Há uma concentração de 5 a 15% no mercado brasileiro. Preparações com 24% de ácido azelaico requerem receita médica.

Se supõe que em alguns casos uma preparação com 18% de ácido azelaico e agentes com 4% ou mesmo apenas 2% de hidroquinona geram ótimos resultados.

Como o ácido azelaico tem um efeito anti-inflamatório o ingrediente também é adequado para a pele manchada.

O uso como inibidor não parece ser 100% inofensivo. Segundo estudos pode causar dermatite alérgica de contato se existir uma aplicação de grande quantidade.

Arbutina

A arbutina atua como um agente de despigmentação de duas maneiras: (1) Como um derivado da hidroquinona inibe a atividade da tirosinase. (2) Ao mesmo tempo inibe o processo de formação de pigmentos nos melanócitos e evita distúrbios pigmentares.

Alguns institutos classificam a arbutina em produtos cosméticos como “prejudicial à saúde”. A razão para isso está no fato de que arbutina é um derivado da hidroquinona, uma substância que pode ser cancerígena, proibida em cosméticos de pele na Europa.

O alegado efeito carcinogênico da hidroquinona só foi encontrado em animais ao usar quantidades muito maiores do ingrediente ativo do que é encontrado em produtos cosméticos.

Portanto, a hidroquinona ainda é permitida em produtos vendidos com receita médica.

Ácido ferúlico

O ácido ferúlico estabiliza a vitamina E.

Um efeito antioxidante a longo prazo pode ser garantido pela combinação de vitamina E junto ao ácido ferúlico.

Extratos de plantas

Alcaçuz e outros extratos da planta estão entre os ingredientes mais seguros para a redução de pigmentos.

A partir da raiz das plantas são extraídos vários ingredientes eficazes contra a melasma.